11 Novembro 2009

DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO

Em 2006, o nosso planeta contabilizava mais de 6 600 mil milhões de habitantes. A Ásia é o continente com mais população absoluta (3 921 milhões de habitantes). Cerca de 80% da população mundial vive no hemisfério norte.

Portugal apresenta uma população absoluta de 10 569 592 habitantes (estimativa de 2005). Para estudar os comportamentos da população recorre-se à demografia. Os demógrafos contabilizam a população total, o número de nascimentos e óbitos, e procuram causas que permitam identificar os factores que influenciam na variação e distribuição da população.

A forma mais directa de conhecer o número de pessoas de um determinado país ou região é através de contagens, a que se dá o nome de Recenseamentos ou Censos.

Só em 1853, no Congresso Internacional de Bruxelas, na Bélgica, se procedeu à normalização internacional dos recenseamentos e se estipulou a sua realização de 10 em 10 anos, para permitir uma melhor comparação de informação estatística entre os países e regiões. O Instituto Nacional de Estatística (INE) é o organismo português responsável pela realização dos Censos. Em Portugal o primeiro recenseamento realizou-se em 1864 e o último em 2001.

Os alunos do 8º ano aprenderam, também, que para termos uma ideia mais correcta da forma como se distribui a população pela Terra, é necessário relacionar a população com o território que ela ocupa, ou seja,­ a densidade populacional. A densidade populacional calcula-se dividindo o total população pela área que ocupa. O resultado desta divisão é expresso em habitantes por unidade de superfície, geralmente km2 (hab./km2).

2 comentários:

NILSON disse...

não são 6.6 milhões, mas sim bilhões ok

Carla Pimentel disse...

Olá Nilson,
De facto o que eu pretendia escrever era “mil milhões” faltou a palavra “mil”. Obrigado pela observação.
Em Portugal não se utiliza a palavra “bilhão” (que significa uma bilha grande), mas sim bilião OK