31 janeiro 2009

ESPAÇO URBANO


A sedentarização do Homem levou ao surgimento das principais povoações.
As antigas cidades albergavam a residência dos senhores que dominavam a região e assumiam funções de controlo político e administrativo e, também, de defesa.
Com a revolução industrial, as cidades transformaram-se. Mais do que um determinado número de pessoas a viver numa localidade, definir cidade passou a ter em conta as actividades e funções que marcavam a vida do espaço urbano. Por isso a definição actual de cidade tem em consideração, sobretudo:
Critérios demográficos
– tem-se em conta o número de habitantes ou um dado valor de densidade populacional. É extremamente variável de país para país.
Critérios funcionais – estes critérios têm por base o tipo de actividades económicas e as funções e serviços da aglomeração urbana. Assim, uma cidade deverá ter a esmagadora maioria da sua população activa a trabalhar no comércio, serviços e indústria; deverá possuir serviços como transportes públicos, escolas e hospitais, comércio variado, teatros, cinemas e museus, tribunais e repartições administrativas, entre outros.
Critérios morfológicos – têm em conta, também, a dimensão dos edifícios, que são habitualmente em altura, e a grande densidade das vias de comunicação e de tráfego.
Podemos definir cidade como um espaço densamente povoado, habitualmente com construção em altura e com grande densidade de vias de comunicação e tráfego, onde se concentram actividades industriais, comerciais e de prestação de serviços, assim como os poderes políticos e administrativo.

Os alunos do 11ºB elaboraram trabalhos em PowerPoint caracterizando algumas cidades portuguesas, tiveram em conta, a sua localização geográfica, a sua gastronomia, monumentos históricos, infraestruturas de relevo e histórias típicas dessa urbe. Resultaram apresentações de interesse revelando o empenho e a curiosidade da descoberta dos discentes (mesmo a falta de recursos, como o multimédia, não impossibilitou as apresentações).
Continuem a melhorar!








Sem comentários: